quarta-feira, 7 de março de 2012

WWE Monday Night Raw 5/3/2012



Mais um Monday Night Raw em direcção à Wrestlemania e tínhamos várias coisas a esperar: Teddy Long seria o GM por uma noite, Shawn Michaels voltaria a estar presente e o mesmo com The Rock. Foi também uma noite de surpresas com um novo Campeão a ser coroado.



Promo Shawn Michaels, Triple H


E haveria melhor maneira de começar o Raw do que logo com o mítico tema de entrada de Shawn Michaels? O Heartbreak Kid vinha cheio de euforia para felicitar Triple H por aceitar o desafio de Undertaker. Apenas se fez de desinformado e pediu para que Triple H fosse ao ringue para lhe dizer o que é que foi necessário fazer para que HHH aceitasse, quando Shawn tinha jogado tão sujo da última vez que o visitou. E lá vem o The Game e Shawn diz que em vez de ele lhe dizer ele preferia ver o que aconteceu: e revemos o clip do diálogo entre Triple H e Undertaker em que Triple H leva a mal a afirmação de que Shawn Michaels era melhor do que ele e aceita o desafio a partir daí. Já em tom mais sério, Shawn pergunta se era apenas isso que bastava fazer para Triple H despertar. O COO na mesma de tom sério afirma que não o fez por isso mas sim porque estava farto de ouvir as pessoas a chamar-lhe fraco por nunca ter conseguido derrotar Undertaker nas duas Wrestlemanias que tentara. Shawn não se convence e lembra-o que ele disse no ano anterior que HHH perderia e assim aconteceu. E este ano, ele sabia também quem iria ganhar e voltaria a ter razão. Para acabar um enorme anúncio: ELE MESMO IRIA SER O ÁRBITRO CONVIDADO!

Santino Marella derrota Jack Swagger, pelo United States Championship e ganha o título


Após grande início vinha aí mais um promissor combate que também viria a ter um grande momento. Teddy Long, como GM dá este combate a Santino Marella para lhe dar uma oportunidade. O combate teve um grande papel também no desenvolvimento da rivalidade entre Teddy Long e John Laurinaitis. Assim que o combate prosseguia, aparecem Laurinaitis e Otunga para à beira do ringue como se Vickie Guerrero e Dolph Ziggler não fossem suficientes. E enquanto isto se passava e Santino ia resistindo no ringue, vem Teddy Long acompanhado por Aksana e Kofi Kingston para perguntar a Laurinaitis o que ele estava ali a fazer. Este começou a ferver e mais uma vez, Teddy Long simplesmente o derrubou com um empurrão. Entretanto, bulhas no exterior, Cobra a Dolph Ziggler, Aksana a atacar Vickie e por aí fora. Santino escapa a um Ankle Lock e com um Roll-Up consegue uma das maiores vitórias na sua carreira na WWE, enquanto se torna US Champion. Todos os Faces que lá se encontravam celebram até Laurinaitis tentar interromper. Teddy Long apenas chama os seguranças e expulsa-o. Continua a celebração e Santino chora de emoção.

The Rock’s History Lesson #1


Ao longo do episódio seriamos servidos com vários clips humorísticos que davam para matar saudades das habituais “shenanigans” de The Rock que dá lições de história sobre Boston, enquanto troça John Cena. Primeiro refere-se ao “Boston Tea Party”, o primeiro episódio da Revolução Americana. De seguida procede em descrever itens de merchandise de John Cena da forma mais insultuosa e hilariante possível enquanto atira os objectos para a água. Com umas boas risadas também se pode promover um main event da Wrestlemania.

Eve derrota Alicia Fox

O combate dava-se com Kelly Kelly na mesa de comentários, logo já podíamos esperar a atitude desconfortável de Jerry Lawler para com a sua rapariga predilecta que tem idade para ser sua filha – já um pouco tardia. O combate foi rápido e consistiu apenas numa exposição de atleticismo por ambas as competidoras, que mostra que aperfeiçoando isto até podem fazer algumas coisas – principalmente Eve. Eve consegue a vantagem após um roll-up modificado – que nos dá uma bela vista – e vence. O que ela não esperava era que aparecesse Zack Ryder contente por nunca ter havido nada entre eles, devido ao “Broskis before Hoeskis”…

A seguir, no backstage, Eve segue Zack Ryder e apanha-o. Assim que o detém, simplesmente o beija, deixando o ex-US Champion abismado. Eve de novo a utilizar os seus dotes para domínio.

Estava guardado para o programa um clip com uma promo emocional de John Cena, gravada previamente, na arena vazia antes das gravações do Monday Night Raw. Cena fala no significado do seu combate da Wrestlemania para si… Não era apenas um combate. E de seguida, sempre com o mesmo tom devoto e cheio de emoção, enumera as razões pelas quais não pode de maneira nenhuma perder.

Chris Jericho e Daniel Bryan derrotam CM Punk e Sheamus


Grande antevisão da Wrestlemania que aqui tivemos com os Campeões a enfrentar os seus pretendentes num combate Tag Team, com um Campeão de cada lado. Principalmente da parte de Punk e Jericho, o confronto deles apenas nos deixou a salivar pelo seu combate na Wrestlemania, que certamente se destacará na noite inteira. O combate deu-se com o seu devido equilíbrio e cada um pôde deitar as mãos no seu adversário da ‘Mania, mesmo que trocassem por vezes. Após confusão no exterior – com Daniel Bryan a aplicar um belíssimo Dropkick em Sheamus – no interior, Chris Jericho e CM Punk tentam definir o vencedor. Jericho – após ataque às costas lesionadas na semana anterior, ao longo do combate – tenta prender o Walls of Jericho. Punk escapa-se e prende um Small Package. Valeu a Jericho a sua esperteza e experiência no ringue que com um movimento para o lado levantou o seu ombro e colocou ambos os de Punk no tapete, ficando com a vitória para si. Punk fica confuso e desapontado mas não há como descredibilizar Jericho pela sua inteligente vitória.



The Rock’s History Lesson #2


Mais um momento de comédia e o episódio histórico aqui utilizado como metáfora na rivalidade com John Cena é a de Paul Revere e o seu alerta das forças Britânicas, ao pé da estátua da figura heróica referida. Mais uma vez, os Britânicos são comparados a Cena e The Rock encara-se como um salvador – que cumpria a sua missão com uma máquina do tempo – com mais referências cómicas e algumas piadas mais sujas que deixaram a classificação PG toda a abanar – aquela dos “creampies” eu achei muito arriscada. The Rock finaliza este segmento, anunciando que ele estaria presente no Raw, na arena para encarar Cena, esta mesma noite.

Big Show derrota The Miz

Lembram-se do botch de Miz que danificou R-Truth? Pronto, as consequências já se fazem sentir e Miz parece atravessar neste momento uma dura fase de jobbing. Assim que o combate entre o “Awesome One” e o gigante inicia, Miz foge para fora e ouve-se a voz de Cody Rhodes que vinha para voltar a envergonhar Big Show. Trazia mais um clip mas este era duma Wrestlemania em que ele nem sequer tinha participado. Apenas tinha aparecido num bar a celebrar e a cumprimentar pessoas. A sua figura foi suficiente para que Rhodes utilizasse para a sua troça. Com esta distracção, Miz ataca Show por trás e ainda tem alguma vantagem. Isto pelo menos até levantar voo com um desamparado Spear que o virou ao contrário. A partir daí, não demoraria muito o combate a encontrar desfecho e Big Show acaba por conseguir aplicar o WMD em Miz e vencer. Nova mensagem para Cody que assistia pouco agradado.

The Rock’s History Lesson #3


Esta era a última lição da noite e seguia a linha conceptual de Revolução Americana, relatando no seu local, a batalha pela independência da sua nação. O segmento finaliza com The Rock comparando-se a várias personalidades históricas do período em estudo: com o carisma de George Washington, a mente brilhante de Benjamin Franklin e o “you-know-what” de John Han..cock! – lá se vai o PG. Último aviso antes de se dirigir a Cena pessoalmente, na arena.

Kane derrota R-Truth

Outro que parecia não ir com grandes propósitos a não ser dar vitória a outro – e isso que este é que ainda foi o que sofreu. Provavelmente sem ser por nenhuma razão em específico, mas R-Truth não parecia ir com grandes hipóteses de vencer e assim foi. Alguma ofensiva, mas Kane facilmente sai por cima após aplicação do Chokeslam e consequente cover. Enquanto celebra a vitória com as chamas, ouve-se uma música diferente, de alguém que tinha contas para ajustar. Randy Orton surge e direcciona-se a Kane. Truth agarra a perna de Kane para o impedir de sair dali e Orton aproveita para se apressar e aplicar um RKO no tenebroso wrestler. De forma semelhante à que Kane lhe fez no Smackdown, Orton pega num microfone e responde à mensagem anterior, dizendo que era bom estar de volta.

Promo John Cena, The Rock


Após a promo pré-gravada no recinto vazio e após sabermos que The Rock estaria presente, já tínhamos coisas grandes para esperar. E para ter a certeza que Cena retaliava na mesma moeda, também não levou nenhum travão na língua e desafiou e contornou as “leis” do PG, com referências insultuosas a The Rock. Cena consegue também fazer pouco de si mesmo e do seu aspecto, mas mesmo assim afirma que conseguiu deixar The Rock embaraçado e sem resposta, na semana anterior, algo que nunca alguém tinha conseguido antes.


As coisas aquecem assim que, após muito pedido de Cena, The Rock se dirige ao ringue para negar o que Cena disse e para continuar a falar da sua “Rock Revolution” e em como na Wrestlemania, John Cena iria ser a sua “bitch”- qual é a classificação disto, mesmo? Assim que Rock se ausenta, Cena corrige algumas das palavras de Rock, afirmando que o que ele afirmava apenas estava metade correcto, acabando a dizer que ele não iria ser a sua “bitch”, mas sim o “son of a bitch” que o iria derrotar. Que se lixe o PG, estes dois estão a saber como promover o seu combate. Acaba mais um Monday Night Raw com bastante energia.



Notas:

- Confirma-se para a próxima semana: confronto verbal entre Undertaker e Shawn Michaels!

- Querem ver uma maneira interessante de se vender um Cobra? – para além da estranha paralisia de JTG. Vejam simplesmente como o Dolph Ziggler o faz!

- Porque é que Swagger perdeu o título? Azar? Distracção exterior? Truques de Santino? Não sei, eu culpo o penteado…

- EXPLESIVE!

- Agora também quero um perfume do John Cena…

- Não pausei o vídeo no momento em que a Eve fez o pin à Alicia Fox. Orgulho-me de mim mesmo por conseguir tal feito.

- Na promo que Cena dá na arena vazia, ele diz algo que dá a entender que o seu combate vai ofuscar todos os outros do evento. Sou o único a achar isso errado de se dizer?

- Gosto muito de ver a AJ e com esta aliança a Daniel Bryan, tem aparências frequentes. Mas acho que se participasse activamente no ringue era uma mais-valia muito grande para a divisão feminina…

- 25% negro, 25% Samoano, afirma The Rock.

- Assim que o “Wooooo” jocoso para ridicularizar Big Show aparece no ecrã ao fim do clip de Cody, soltam-se todos os Rics Flairs que haviam naquela plateia…

- “The you-know-what of John Han…Cock!” Vá, ninguém percebeu…

- John Cena volta a gozar com as cábulas no pulso de The Rock. A coisa tornou-se séria!

Vídeos


Download




Sem comentários:

Enviar um comentário